Este blog,só tem a finalidade de divulgar belas imagens,se alguém souber a autoria das mesmas,me avise,pois darei os devidos créditos.
Este blog,não obedece ao novo acordo ortográfico.


Informação...

Minhas queridas amigas/os, como já vos tinha informado, depois de me terem desaparecido todas as minhas postagens do blog, considerei a hipótese de desistir, só não o fiz porque este blog é muito especial para mim, porque foi criado a seguir ao falecimento da minha querida Mãe e para fugir de uma depressão, por isso eu lhe dediquei a 1ª postagem, o que lhe dá um significado diferente para mim.
Tenho andado há uns dias a tentar restaurá-lo aos poucos, o que é muito cansativo e esgotante, mas vou conseguir, por isso até lá vos peço desculpa e agradeço desde já a vossa compreensão e amizade. Muito obrigada.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

FAZ HOJE SEIS MESES


Mais um mês se passou.
Mas a saudade não.
E a dor está difícil de acalmar.
Só espero que DEUS me ajude.
E que o tempo.
Me traga a Paz que preciso.
Para continuar a minha jornada.
De uma vida sem ti...Mãe

MIUÍKA

4 comentários:

Lurdes disse...

Olá linda, como eu te entendo, o meu pai partiu já fez 8 anos e o vazio e a saudade continua,pensa na tua mami como mais uma estrelinha no céu e que está a olhar por ti.É nisso que me agarro.
O Senhor fica perto dos que estão desesperados e salva os que perderam a esperança.
Beijo grande

eme disse...

É muito lindo o seu amor...Que Deus te abençoe e dê o conforto para sua alma.

Maria Jose disse...

a vida e mesmo assim mas tem que se continuar a viver a dor e grande mas vai acalmando com o tempo e so ele nos pode aliviar do sofrimento

Noah disse...

Oi Miuíka

Eu sei como sofres, até hoje sinto a perda da minha em 30 nov de 2000.Mas também sei que a gente supera, todos os dias que não falei com ela considero que foi porque ela não esta em casa, estava passseando e esqueceu de me avisar, então, amanhã tentarei novamente. Porque sempre estaremos ligadas mesmo que não possa vê-la já que a danadinha escapou de mim mais uma vez.
Ela faleceu com 92 anos. Pode? E foi difícil pra dedéu. Mas, mãe é mãe e pra toda a vida. Que bom a tivemos e convivemos por tanto tempo.
Grande Abraço